Lula e os bois

CarroBoiEu realmente acreditei que o HC do Lula seria acatado pelo STF ontem. Errei por uma Rosa Weber. Por uma Rosa Weber, vale dizer, que já avisou que – quando a discussão sobre o início de execuções de penas voltar à baila – será contra as prisões após a segunda instância. Na melhor das hipóteses, depois da terceira.

Toda essa confusão com o Lula só aconteceu porque a digníssima presidente do STF decidiu não colocar em votação as tais duas ADCs que estão em seu colo. Ou seja, o boquirroto Marco Aurélio está certo, pois com toda a pressão e o maniqueísmo que tomam conta do ambiente, a estratégia da moça está errada.

Ou seja, ao invés de resolver a questão de uma vez por todas, jogou-se para as plateias e empurrou-se o problema com a barriga mais um tanto.

O próximo presidente do STF será Toffoli, que em seu voto de ontem já disse que é a favor das execuções de penas a partir da terceira instância. Ainda que eu não concorde, seu argumento é até válido.

Voltemos a Lula, pois. Provavelmente será preso nos próximos dias, talvez até o fim de abril ou início de maio. Dona Carmem conseguirá não colocar o tema em votação? Suponhamos que não aguente a pressão. E nós, por ontem e por todas as entrevistas que deram nos últimos tempos, já podemos depreender que os ministros votarão contra a segunda instância.

Lula seria preso e solto. E se hoje já venceria a eleição, imagine com uma saída glorificada da cadeia… Mas pode piorar.

Carmem não coloca as ADCs em pauta e passa o bastão para Toffoli em setembro. Um mês ou menos antes da eleição. Pois a primeira coisa que fará será trazer o tema. E Lula será solto. E o trator será passado clamorosamente.

E aí, continua comemorando o resultado de ontem?

Só pra deixar claro: eu quero o Lula preso. Como o Aécio, o Temer e quem mais tiver que ser preso. Mas do jeito certo. Sem dar a nenhum deles a chance de se tornarem vítimas, mártires ou heróis.

Dona Carmem fez uma grande cagada ao colocar o carro na frente dos bois. E todo o resto do país que se dedicou a só querer ver o Lula preso também. Pois enquanto discutiram HCs e ADCs, não trataram de fazer política. E é a política que vai (ou não) resolver os problemas, não há outro caminho possível.

Anúncios

Vistas

Ando um tanto enfadado e é por isso que esse meu cafofo anda tão quase parado nas últimas semanas.E como poderia não me sentir assim, é o que ando me perguntando ultimamente…

Vejam, por exemplo, essa novela em que se está transformando o julgamento da lei da Ficha Limpa, no STF. Começou no dia 9 de novembro, com o voto do ministro Luis Fux, o relator do processo, pela constitucionalidade da lei. O segundo a votar seria Joaquim Barbosa, mas ele pediu vistas. Queria ter mais informações sobre o negócio, ler com calma, estudar um pouco mais.

Até aí, apesar de achar um absurdo a atitude àquela altura do campeonato, faz parte. O julgamento foi retomado hoje, com a leitura do voto de Barbosa. Também pela constitucionalidade. Chegou a hora do terceiro voto. E não é que o ministro Dias Toffoli também pediu vistas, atrasando ainda mais a decisão? Pombas, com todo o respeito que esses caras merecem, o que mais falta saber, ler e estudar sobre o assunto?

O resultado é que o negócio pode ficar para o ano que vem, pois o recesso do judiciário começa em 19 de dezembro. Se isso acontecer, quando o tema voltar à pauta, Rosa Maria Weber – indicada por Dilma e que será sabatinada pelo Senado – já pode estar empossada. E como terá acabado de chegar, não será estranho se pedir vista para tomar pé do processo. Sem contar que ainda há a possibilidade de outros ministros fazerem o mesmo.

Será que teremos definições sobre a lei antes do processo eleitoral do ano que vem?

Não sei como funcionam os prazos do judiciário, se há um limite de tempo para o ministro responder, se pode esperar até quando quiser. Se tiver algum advogado por aí que queira explicar esse negócio, agradeço penhorado.