Hora de voltar

Cartoon: OrlandeliTrabalhar (ou se manter trabalhando, vá lá) tem tido, nos últimos anos, um certo gosto de aventura. Depois de férias, trancos e alguns barrancos, hora de voltar à labuta. E já que é inevitável, que seja divertido, pois.

E como escreveu o Orlandeli, autor do cartoon, “triste aquele que nunca viveu uma aventura!”

Andre Dahmer / malvados.com.br

Enobrece e dignifica o homem…

O Pelé branco

A dica foi enviada pelo Lessa. Pra quem gosta de craque, de bola e de arte, vale muito a visita. Uma coleção de cartazes em estilo retrô produzida pelo bósnio Zoran Lucić.

Estão lá Pelé, Maradona e os franceses Zidane e Platini. Assim como a trinca de ouro do Barcelona: Xavi, Iniesta e Messi.

Enfim, uma galeria daquelas de craques de hoje e de antão. Peguei dois, absolutamente ao acaso, para ilustrar o post. Clique aqui para ver todos os cartazes.

2ª edição

Se pegássemos apenas os 10 maiores jogadores dos 12 clubes grandes de verdade do Brasil, seriam 120 cartazes. Será que não tem nenhum designer por aí que toparia fazer essa coleção? Será que nenhum parceiro da CBF (a própria jamais faria isso) não patrocinaria o trabalho com o objetivo de montar uma exposição pelos estádios da Copa de 2014?

Pra variar

Pra quem está acostumado a passar por aqui, nada de muito novo.

Tudo o que estava à direita passou para a esquerda. E os comentários, ler e escrever, estão no balãozinho inspirado nos quadrinhos, logo ao lado do título. Essa é a maior mudança e, para alguns, vai ser uma chatice, pois quem quiser deixar seu recado vai ter que rolar a tela de volta para o alto depois de ler o post. Mas nada que aporrinhe demais.

Enfim, dar uma variada nunca é ruim. Ao contrário da mesmice.

E eu que nunca tive vergonha de pedir as coisas, quem sabe um dia o Giorgio – leitor assíduo e amigo da casa – não me dá de presente um layout novo e perene para o blog.

Aos que estão chegando agora, sejam benvindos (nunca sei quando é junto ou separado), sintam-se em casa e acostumem-se com a bagunça e uma certa falta de compostura, por quê não?

Em quem você vai votar para…

Essas mãos cheias de dedos

Já está todo mundo cansado de saber que na próxima sexta-feira começa a Copa do Mundo. E para quem me conhece e passa por aqui com relativa freqüência já pode imaginar que, até o dia 11 de julho, o blog corre o grande risco de ficar monotemático. Farei força para isso não acontecer, vamos ver se consigo.

Para começar a semana, um pouco mais sobre a logo do torneio de 2014, que foi comentada aqui e alvo de piada aqui.

Como poderão ver, Diogo conseguiu entender de onde veio esse negócio estranho melhor do que o Luca e eu.

Muitos me perguntam de onde eu tiro as ideias para as charges. Ora, não é óbvio? Da tragi-comédia do nosso cotidiano! Mas as ideias para um logotipo têm uma concepção diferente, muito mais subjetiva, de difícil compreensão. Porém, no novo logotipo da Copa de 2014, é bem fácil saber de onde veio a inspiração. Alguns chegaram a insinuar que seria uma imagem do Chico Xavier psicografando. Mas não é nada disso.

Aproveito esse espaço para trazer aqui, em primeira mão (entre tantas mãos), a versão integral no logo. Meus parabéns à “comissão de notáveis” que aprovou o logo final — vocês captaram com precisão o clima de uma Copa do Mundo no Brasil.

Diogo
Trágico e Cômico – Jornal da Tarde

Mera coincidência

É só o Luca Bastos ou mais alguém acredita que o logo da Copa de 2014 foi psicografado?

Isso ajudaria a explicar a presença de Paulo Coelho entre os que fizeram a escolha, mas ainda tento entender o que Ivete Sangalo e Gisele Bündchen têm a ver com a história.