“Era, enfim, o chefe da quadrilha”

A frase entre aspas que faz as vezes de título do post está no parecer de quase 400 páginas que o procurador-geral da república Roberto Gurgel encaminhou ao STF pedindo a condenação de 36 réus no processo sobre o mensalão.

A referência é a José Dirceu.

Desde o mensalão, que a toda a turma tentou vestir de ‘caixa 2 de campanha’, como se isso não fosse crime, muitos outros escândalos explodiram – revelando o modus operandi desse governo que está aí em seu nono ano. O último, como se sabe, no Ministério dos Transportes.

O parecer surpreende quando comparado com a benevolência com que o mesmo Gurgel tratou Palocci e suas consultorias mágicas e milionárias. Agora, resta saber o que os ministros do STF, quase todos nomeados por Lula, terão coragem de fazer com os amigos dele. Espero, sinceramente, que eles me surpreendam.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s