Tripalium

Você sabe qual é a origem da palavra trabalho? Pois o tripalium era um arranjo de três (tri) paus (palium) onde eram colocados escravos e servos em geral que cometiam erros. Do termo original, derivou-se o verbo tripaliare (trabalhar). Grosseiramente, torturar ou ser torturado, dependendo do ângulo.

Também há o registro bíblico. Quando Adão e Eva são expulsos do paraíso, seu castigo seria trabalhar e viver do suor do próprio rosto. Isso é que é castigo, né não?

Ok, eu sei que Calvino proclamou uma outra visão e até tentou nos convencer de que trabalho é bom e dignifica o homem. Mas, desculpem, até hoje não me convenceu. E a muita gente, diga-se. Pelo menos todos os meus amigos sonham em ganhar sozinhos na mega-sena confessaram que jamais voltariam a trabalhar.

Quando penso em trabalho, penso em todas as minhas obrigações, prazos, horários a cumprir etc. E tenho a certeza que, ao trabalhar, estou impedido de produzir algo realmente relevante. Sabem aquela história do ócio criativo? Pois é…

Infelizmente sou obrigado a trabalhar (eu e a maior parte da humanidade, eu sei), pois preciso pagar as contas. Mas é uma pena, fico triste mesmo. Inclusive porque o excesso de trabalho me impede de, por exemplo, passar por aqui para escrever minhas besteiras e desopilar o fígado.

Como as coisas estão voltando ao ritmo normal, preparem-se. Há muita bobagem acumulada para falar por aqui.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s