Coisas de família

E, como mais do que previsto por meio mundo, Palocci caiu. O que, por si só, não resolve nada. E parece mesmo que tudo vai ficar por isso mesmo, uma vez que o procurador geral da república já engavetou o caso por falta de provas. Se o Brasil ainda tivesse oposição de verdade (e um parlamento com o mínimo de compostura), talvez o caso não acabasse agora. Pombas, o cara é acusado de tráfico de influência e enquanto há trocentos indícios de que isso seja verdade, não há qualquer prova de que é mentira. Mas podem ficar tranqüilos, nada vai acontecer.

Em seu lugar, Gleisi Hoffmann. Quem? Pois é, estranho né. Mas, na verdade, nem tanto. Uma questão de marketing, sem dúvidas. Afinal é bela e é mulher – deixando no ar que o vício da corrupção e da má conduta generalizada é coisa de homem. Pra quem ainda não sabe, isso é mensagem subliminar. Fora a análise de comunicação, o que mais se tem a dizer sobre a moça? Quase nada, experiência parca em equipes de governo do Mato Grosso e de Londrina. Gleisi também integrou a equipe de transição de Lula em 2002 e, depois, foi nomeada diretora de Itaipu. É isso que a credencia para ocupar a pasta tida como mais importante do governo? Hummmm…

Antes da nomeação, o nome mais cotado para ocupar a pasta era o do ministro das comunicações, Paulo Bernardo. Ele é o marido de Gleisi. Ahhhhhhh… A nova ministra diz que gosta de aliar firmeza nas decisões à delicadeza feminina e que não deixa de lado a família. Entenderam? Pois bem, com esse cenário aliado à sua vasta experiência, quem será – de fato – o ministro da casa civil? Quem será o articulador e o gestor que Dilma tanto precisa? Descobriremos, claro, em breve.

Há outro detalhe que pode nos dizer muito sobre a nova ministra. Em um almoço, há alguns dias, Gleisi condenou Palocci, sua postura e seu comportamento. Ok. O problema foi o argumento. Comparou o caso de agora com o do mensalão e disse que o grande erro foi ter feito coisas erradas em benefício próprio, algo muito diferente do caso que aconteceu no governo Lula, que foi em benefício do partido, da causa, do PROJETO. Entenderam?

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s