As casas e as mães joanas

Se, no dia 1º de janeiro de 2011, Dilma eleita e pronta para a posse, Lula resolvesse não entregar o cargo, de quem seria o problema? Pois é, se isso acontecesse e – graças a essa atitude de nosso ex-presidente – fosse iniciada uma guerra civil, o problema seria do Brasil. E só do Brasil.

Alguém discorda?

Infelizmente, há algumas pessoas no mundo que discordam. Tanto que mandaram armas e tropas, por exemplo, à Líbia e à Costa do Marfim. Vejam a foto acima.

É Simone Gbagbo, mulher do ex-presidente Laurent Gbagbo. Sanguináreo reconhecido, perdeu as últimas eleições para Alassane Ouattara mas não entregou o cargo. Em um lugar onde quase tudo está errado, Ouattara também é adepto de massacres aos seus opositores.

Como o vilão anterior não deixou a cadeira apesar das eleições democráticas, a ONU contou com o apoio militar da França de Sarkozy, derrubou o sujeito e empossou o vilão atual. De quebra, humanitários que são, entregou Laurent e Simone ao novo governo, para que ficassem “à disposição da justiça”. E aí, apareceu essa foto: Simone ladeada por seis homens a serviço do novo presidente. Será que foi estuprada? Ou apenas torturada e humilhada?

Não se trata de defender um ou outro déspota. Mas continuo me impressionando com a facilidade com que a ONU e os principais aliados que a sustentam intervêm em problemas internos de alguns países, escolhendo lados e decidindo quem deve governar aqui ou ali. Não importando o custo dessas decisões.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s