Ele já foi preso

Rio de Janeiro, Tijuca, Largo da Segunda-Feira. Entroncamento entre as ruas São Francisco Xavier, Conde de Bonfim e Haddock Lobo. Lugar mais que movimentado, comércio abundante, supermercado, bancos, escolas, hospital. No largo, propriamente dito, há uma cabine da polícia militar.

Quase no fim da caminhada matinal habitual com Adriça e Joana, vejo uma moça empurrando seu carrinho de bebê, bem esbaforida, abordar o PM que circulava pela calçada. Fora assaltada do outro lado da rua.

– Um rapaz passou de bicicleta e meteu a mão no meu pescoço, levou meu cordão.

Logo depois chega um senhor de seus 70, 70 e poucos anos, tentando ajudar.

– Vi tudo, foi um mulato forte, um galalau. Estava com uma camisa azul com listras roxas.

A essa altura, o policial já havia sacado o rádio e começava a dar uma espécie de alerta. Muito educado, volta à vítima e ao senhor, como para dar explicações com uma indisfarçável cara de bunda, nitidamente constrangido.

– A gente sabe quem é, ele até já foi preso…

Sinceramente, é preciso falar mais alguma coisa?

Anúncios

Um comentário em “Ele já foi preso

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s