Muito barulho por nada

Eu devo ser um sujeito muito estranho mesmo. Ligo ou presto atenção a coisas que ninguém mais se interessa da mesma maneira que não tomo conhecimento de fatos e acontecimentos acompanhados de perto por zilhões de pessoas. Por exemplo, a história da entrega da camisa ao Obama que virou uma espécie de disputa entre alguns clubes do Rio.

Disputa esdrúxula, porque usando o campo da Gávea como heliponto de sua comitiva, era meio óbvio qual a camisa que ele levaria como souvenir.

Quero muito que me expliquem a razão do frenesi. Ou será que alguém realmente acredita que Mr. Obama, numa modorrenta tarde de sábado, enquanto lê seu jornal na varanda de sua casa branca, de chinelão e bebendo limonada, usará a camisa do Flamengo ou qualquer outro clube brasileiro que lhe entregasse a camisa?

Será que todo o esforço foi apenas e tão somente para (com alguma lógica muito estranha) dar uma zoada no seu amigo que torce para outro time? Faz algum sentido? Imaginem o diálogo:

– Falaê Pedrão, seu vasquinho agora vai?

– Beleza Sirelli? Quem sabe, né? Ta melhorando…

– Aí, vocês são vice em tudo mesmo hein, até pra dar camisa de presente. Viu o Obama com a camisa do Mengão? Nossa presidenta é foda…

– É, ela foi malandra com a história de não poder carregar nada quando fosse falar com o negão. Mas e aí, deu a camisa e daí? Grandes merda hein…

– …

Mas, se usarmos a lógica do dinheiro, pode fazer algum sentido. Afinal, vocês já repararam o casting que anda usando ou segurando ou qualquer coisa com a camisa do Flamengo? Desconsiderando todas as figuras da história, de Pelé ao Papa, e fingindo que só existe o Flamengo hoje e que a Olympikus é nossa primeira fornecedora. Também é preciso lembrar que, no resto do mundo, outros esportes e seus atletas são muito valorizados, têm status de ídolo de verdade.

Além de Ronaldinho Gaúcho, César Cielo (multicampeão mundial e olímpico na piscina) e Diego Hipólito (multicampeão mundial na ginástica). E sabem quantas camisas ou qualquer outro produto oficial do Flamengo você consegue comprar em lojas de esportes fora do Brasil? Nenhuma. Porque a nossa fornecedora oficial simplesmente não consegue distribuir, seja na Argentina ou na Espanha.

Então, o furdunço com o Obama, na verdade, não serviu pra nada. Porque nenhum torcedor do Flamengo, em sã consciência, vai comprar ou deixar de comprar um produto caro como esse só porque o Obama tem a sua. E aí eu seria obrigado a concordar o Pedro: grandes merda hein…

Anúncios

3 comentários em “Muito barulho por nada

  1. Great article. I used to spend alot of my time boating and being involved in sports. It was quite possible the best period of my childhood and your content really reminded me of that. Cheers

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s