Para os favoritos

Até hoje, o Ron Groo era pra mim apenas um dos caras que fazia o Rádio On Board, podcast do Blog F1. Mas aí descobri o blog dele, o Blig Groo – Literatura, velocidade e o que der vontade.

Pois gastei um bom tempo na página do sujeito, diversão garantida. Além de muito humor, excelentes textos e boas análises. E só para não fugir do tema do meu último post, vejam sua versão para o ultimato que Massa recebeu da Ferrari.

Hierarquia  rossa

E na sala de Luca di Montezemolo:

– Aldo sua besta. Como pode ter perdido il campeonato deste ano de forma tão absurda?
– Mas senhor Luca…
– “Mas signore” é il cacete! Il banbini d´oro largou campeon e terminou a prova humilhado atrás de um russo? Como me explica questo?
– É que foi um erro de estratégia… Nós estávamos marcando o Webber.
– Marcando il Webber? Porca miséria! Que burrada!
– Não, até que fazia sentido… O Webber era quem estava mais próximo do Alonso.
– Estava na frente?
– Não senhor…
– Tentou passar?
– Não senhor.
– Entonces porque a idéia ridícula de marcar il Webber?
– É que ele, como eu já disse, era o que estava mais próximo nos pontos.
– Porca miséria, questo farabuto do Webber a natureza se encarrega de marcar, nom precisava ficar lá segurando ele… E o russo? Porque não passaram ele?
– Ele não deixou.
– E desde quando tem que deixar, cáspita?
– É que a gente já tava acostumado… Rubens, Felipe… Eles deixam…
– Fora daqui, seu incompetente…

E na sala de Aldo Costa:

– Domenicalli sua besta… Eu não entendo como Alonso pode ter perdido o campeonato para o Vettel, que era só o terceiro na tabela…
– Mas Aldo, se a gente descuidasse do Webber ai a vaca ia para o brejo.
– A vaca, ou melhor, il cavaligno rampante, foi pro brejo…
– Até foi… Mas o Webber não passou! (e ri)
– E não passaria nem que o Alonso parasse o carro. Cê não tava vendo a corrida?
– Vendo eu até estava, mas…
– Nada de “mas”! Arruma um jeito da gente não perder mais desta forma humilhante. Seu incompetente!

E na sala de Domenicalli:

– Porra, tomo maior esporro por conta de um campeonato em que eu nem fiz tanta coisa errada assim… E o pior, um campeonato que quem perdeu mesmo foi quem fez a estratégia e o próprio Alonso… Só que esporro no Alonso eu não posso dar: perco o emprego. Pegar o Petrov para bode expiratório também não… O espanhol já pegou. Ah já sei… – e pegando o interfone – Dona Verônica… Peça para o Felipe vir aqui na minha sala, urgente.
– Sim senhor Stefano! – diz a voz vinda do aparelho.

– Mandou me chamar Stefano?
– Sim, mandei. Cê sabe que ano que vem é crucial para sua permanência nesta equipe, né? Se tiver um outro ano tão ruim quanto este vai ficar difícil segurar você aqui…
– Eu sei, mas…
– Nada de “mas”! Você foi tão mal que nem ajudar o Alonso você pode…
– Stefano… Foram os pneus… Eles não geravam calor…
– É claro que não geravam! Eram pneus e não aquecedores!
– Mas, olha, fica tranqüilo, os novos pneus vão funcionar melhor…
– Claro que vão! Só não funcionariam se fossem quadrados… Seu incompetente!

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s