El fodón de las Astúrias, El rabudón de Maranello

Passei a madrugada acordado à espera da corrida, coisa que não fazia havia muito. Afinal, pista nova, faltavam três provas para o fim do campeonato e cinco pilotos chegavam à Coréia do Sul na disputa pelo título. De quebra, havia a previsão de chuva.

E lá vamos nós. Quer dizer, íamos, porque a água caiu, a largada foi dada com safety car e, depois de três voltas, parou tudo de novo. E depois de mais uma hora, outra largada e mais 15 voltas atrás do safety car.

Meu comentário no Facebook foi o seguinte:

Já vi muita corrida com muito mais água no céu e na pista… Será que esse negócio não vai largar não? Esses pilotos mudernos são tudo mulézinha

Quando largaram de verdade… A grande personagem da manhã deste domingo foi a gargalhada de Alonso ao cruzar a linha de chegada em primeiro. Quando o espanhol, lá no meio do ano, disse que tinha 50% de chances de ser campeão, em que pese a Red Bull ter o melhor carro do campeonato e da McLaren, naquele momento, também estar à frente das Ferrari, todo mundo, no mundo inteiro, fez piada.

Agora, a duas corridas do fim, Alonso é líder com 11 pontos de vantagem. Alguém ainda aposta contra o cara?

Quem quiser ler bons comentários sobre a prova e entender o que aconteceu na Coréia do Sul tem, ao menos, três excelentes opções: Flávio Gomes, Victor Martins e Ico.

 

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s