Passo a passo

Então é isso? Já está decidido? Pois parece que sim e mais cedo do que pensei. Mas na pesquisa Ibope divulgada ontem, Dilma já aparece como eleita no primeiro turno, com 51% dos votos válidos (brancos, nulos e indecisos excluídos). Isso pode mudar? Ainda bem que sim. Mas mais do que o resultado puro e simples, a pesquisa nos dá algumas informações interessantes.

A primeira delas é que o Brasil está, definitivamente, referendando este governo que está aí, com 78% de avaliação boa ou ótima, em que pese tantos problemas. Vou tentar listar alguns:

– durante toda sua história, o PT se apresentou como o último bastião da ética. E todo mundo lembra bem o que aconteceu no governo (pelo menos deveria), com os mensalões, os aloprados, Zé Dirceu e Palocci, o caseiro, BrOi, Celso Daniel, dólares em meias e cuecas etc. etc. etc.;

– você já se deu conta de quem são os principais aliados do governo? Já reparou que no governo do PT estão pendurados os Sarney, Barbalho, Collor e suas entourage completas? Sem falar que o vice da chapa oficial é o Michel Temer?

– Você já se deu conta que entre os muitos achincalhes deste governo contra a Constituição, o Brasil voltou a ter censura? Você está realmente satisfeito com o governo se metendo cada vez mais na sua vida, dizendo o que você não pode e o que você deve fazer?

– Você já se deu conta de que, enquanto você paga cada vez mais impostos, você roda por mais e mais estradas com pedágios caríssimos, continua pagando plano de saúde, as mensalidades escolares estão cada vez mais altas, que nossa infraestrutura está cada vez mais engargalada? Enquanto isso, com o seu, o meu, o nosso – como diria o Ancelmo – continua sendo distribuído como esmola fantasiada de bolsa sem qualquer obrigação recíproca a 12,5 milhões de famílias.

Há muito mais a ser apresentado, mas será que é mesmo preciso? Então, olhemos para a pesquisa.

O que se pode notar é que, a cada momento em que José Serra se mostra claramente como oposição ao governo, mais pontos perde – mesmo que não fale mal do presidente atual. O que confirma que o estado de coisas que temos aí não incomoda em nada a maior parte da população, não importa a que custo. Como uma enorme parte da população passou a ter acesso (isso é um fato e, de certa forma, louvável, claro) ao mundo do consumo, “farinha pouca, meu pirão primeiro”. Para que pensar no todo e no futuro?

Outro dado apresentado percebido pela pesquisa é que no extrato de população com mais tempo de estudo que aconteceria a única derrota de Dilma. Será por acaso? Ou porque por, ao ficar mais tempo na escola, lêem mais, se informam mais e estão mais acostumados a pensar e questionar?

Mas essa informação, lembrou bem o Gabriel, suscita outra leitura. Está justamente na elite o extrato de população mais bem formado do Brasil. Afinal, como a educação no Brasil se tornou um bem pelo qual pouquíssimos podem pagar… E aí entraríamos em uma discussão baseada em luta de classes, algo que já estava ultrapassado em 1917.

Enfim, o que proponho é que seres pensantes que somos e dada a situação, nos preparemos para essa eleição com objetivos práticos e claros a superar. Primeiro, levar o pleito presidencial ao segundo turno. E assim tentar salvar o que resta de país passo a passo.

Quero dizer é que temos a obrigação moral de votar em qualquer um que não seja Dilma. E há oito opções. Precisamos levar essa eleição ao segundo turno, nem que seja apenas para ter certeza de que o cenário que está a nossa frente é irrevogável, mas pelos motivos certos. Porque até para concordar com algo é preciso ter compostura.

E sim, a partir de hoje já podem dizer que, além de estar alarmado, sou um alarmista. Com orgulho, é bom que se diga.

Anúncios

4 comentários em “Passo a passo

  1. Como bons comunistas que são, os petistas acreditam no progresso resultante da luta de classes – desde que sejam eles a vencer, claro. Daí decorre essa vilanização da elite intelectual (sim, sem aspas mesmo. Somos nós, a mesquinha classe média pequeno burguesa) que, se coloca no caminho da “revolução” das massas”. A única que não aderiu ao molusquismo. Já que a ELITE mesmo (bancários, industriais e corruptos de pedigree como Collor e Sarney), já o fez há muito tempo.
    Já passou da hora de nos perguntar: que tal assumir nosso papel de inimigos públicos e expresarmos nossa indignação de forma um pouco mais contundente? Nós contra o mundo; atacaremos ao amanhecer.

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s