Uma vontade danada de subverter a ordem

Hoje não vim direto para o trabalho, precisei fazer uma parada para fotografar um evento. E enquanto esperava o seu início, lendo o jornal e ouvindo a Sérvia vencer a Alemanha, recebi uma ligação da Mariana: “Saramago morreu”.

Fiquei meio puto e ela me falou o óbvio, o que todos estamos cansados de saber. “Todo mundo morre um dia”. Já doente há algum tempo e razoavelmente idoso, não foi nenhuma surpresa. Mas há pessoas espalhadas por este mundo de meu Deus que nos dão uma puta vontade de mudar a ordem da vida. Saramago era um.

Antes eu dizia: ‘Escrevo porque não quero morrer’. Mas agora mudei. Escrevo para compreender. O que é um ser humano?

Anúncios

Um comentário em “Uma vontade danada de subverter a ordem

  1. Os gênios estão indo numa proporção bem maior do que vindo. Vamos mesmo ter que viver de passado ou de pequenos lampejos do presente.

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s