Jogo 3: La fanfarria de Mafalda

O time de nossos hermanos é uma das grandes expectativas desta copa. Recheada de grandes jogadores, a seleção argentina é profícua em polêmicas desnecessárias, boa parte delas provocadas ou protagonizadas por seu treinador, o nada egocêntrico Dom Diego Armando Maradona. Acho que não preciso falar do personagem que todos conhecem. A questão é que o time passou pelas eliminatórias se arrastando, mas chegou. Mais uma prova de que o que mais tem no futebol é bobo. Porque enquanto as eliminatórias sulamericanas forem disputadas em pontos corridos, mesmo mal, Brasil e Argentina nunca ficarão de fora.

Para não me alongar muito, registro as últimas declarações que partiram da concentração albiceleste. Primeiro, Maradona disse que ficaria pelado se conquistasse a taça, o que nos faz torcer ainda mais contra os cabeludos que gostam de chorizo. O problema é que, logo depois, o assistente técnico Carlos Bilardo (técnico campeão em 86 e vice em 90) disse que faria sexo com o autor do gol do título. É isso mesmo, o respeitável senhor de 71 anos disse que fornecerá a cauda ao autor do gol do título caso a Argentina seja campeã e concluiu com a pérola: “sei que vai doer pois já fiz exame de próstata”. Aposta real? Humor de mal gosto? Mafalda não faria melhor. E para quem pensa que argentino tem mais é que se f*#%@, taí um motivo pra torcer pros caras.

A última polêmica só fez barulho na Terra Brasilis. Messi declarou que, jogador por jogador, a Argentina é o melhor time da copa. É bom que se diga, tem razão. O que não quer dizer que vão ganhar ou que estão de salto alto. O primeiro jogo é contra a Nigéria, uma repetição de 1994 (2 a 1) e 2002 (1 a 0). Acho que a tradição será mantida.

A Nigéria, como bom time africano, chega com incógnita. Eu não acredito que vá muito longe, mas o time colhe o fruto da primeira impressão. Em 94, com Okocha, Amuneke e Amokachi, jogaram demais e, nas oitavas, ganhavam da Itália até o fim da partida, mas sentiram a pressão e foram eliminados. Dois anos depois, com Kanu, ganharam o ouro olímpico passando por Brasil e Argentina. E é tudo o que o futebol nigeriano fez até hoje.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s