No país do apedeuta, estudar pra quê?

Pra quem não sabe, essa menina aí da foto é Malu Rodrigues. Atriz de 16 anos, fez parte do elenco do musical Despertar da Primavera, escrito pelo alemão Frank Wedekind. Entre Rio e São Paulo, a peça ficou em cartaz durante 10 meses. O espetáculo fala das descobertas da adolescência, especificamente o amor, e o problema começou porque a menina mostra um dos seios na cena que fecha o primeiro ato.

A temporada foi encerrada dia 2 de maio e, para estar no elenco e não criar problemas, Malu foi emancipada e obteve todas as autorizações possíveis do juizado de menores. Mas agora, só agora, promotores do Rio e São Paulo resolveram investigar se houve desrespeito ao ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Levando-se em conta que tudo foi feito dentro dos conformes, me parece que – enquanto há milhares de crianças nas ruas de qualquer cidade do Brasil, se prostituindo, usando drogas etc etc etc – é uma grande perda de tempo.

Resumo feito, quem se interessar pela história pode procurar mais detalhes por aí, o Google está aí para isso mesmo.

Mas vá lá, que lendo sobre o assunto, encontrei essa entrevista da garota no G1. Nada demais, respostas típicas de uma adolescente, inclusive quando diz que se inspira em Nicole Kidman. Mas o que me deixou abismado foi uma pergunta feita pelo repórter Kleber Tomaz:

Você estuda, mas quer mesmo é ser atriz, né?

Como é que é? Atores e atrizes não precisam estudar? Ou quem estuda não pode ou não deve ser ator ou atriz?

Um amigo que se vangloria por ler Nietzsche no banheiro faria, para Kleber, a seguinte pergunta: “você estuda, mas quer mesmo é ser jornalista, né?”

Anúncios

2 comentários em “No país do apedeuta, estudar pra quê?

  1. Ah, agora entendi, Sirelli! Pelo que voce me explicou, achei que fosse uma aluna assanhada na aula de artes de oitava serie querendo mostrar o peitinho aos colegas.

    Jah antecipo sua resposta: “E dai se fosse isso, seu moralista de araque”?! Dai que um caso trata de expressao artistica, o outro de pura safadeza.

    Alias, seria melhor se a moca cobrisse os peitos, pois ela parece ser muito goostosinha e vai acabar atraindo uma cambada de ignorantes para o teatro. Eu mesmo fui acometido por um subito interesse no trabalho de Frank Wedekind…

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s