Nossos ídolos ainda são os mesmos

Sou um apaixonado pelos Beatles, mas não chego nem perto de ser um beatlemaníaco. Tanto que no último sábado completaram-se 40 anos do anúncio oficial do fim da banda e não lembrei.

Sei algumas histórias, vi vários filmes, documentários e programas sobre a banda, li um bom bocado e, claro, ouvi muita música dos caras. Se não todos, quase todos os discos.

Enfim, a frase de John Lennon que entrou para a história foi ‘o sonho acabou’. Mas há uma declaração do mesmo Lennon, em um pequeno documentário (certamente fácil de achar no Youtube) com declarações dos fab four sobre o final da banda que é muito mais inteligente: ‘é apenas o fim de uma banda de rock’.

Ok, concordemos que foi a melhor, a mais revolucionária, fantástica e quantos elogios mais pudermos fazer a respeito, mas alguém consegue discordar?

Pois bem, apesar do atraso, segue abaixo – numa espécie de homenagem deste fã – o último show da banda. Eles já estavam há três anos sem fazer qualquer apresentação pública quando foram se exibir no telhado da Apple, no centro de Londres.

Não conheço bem a história, mas parece que o projeto chamado de Get Back previa o retorno da banda aos palcos em grande estilo. Como se sabe, a coisa não foi pra frente e o saldo do projeto apareceu no disco Let It Be, último lançado e penúltimo gravado (o último álbum gravado pelos Beatles foi o magnífico Abbey Road).

Mas há alguns detalhes interessantes nesse vídeo. Primeiro, o repertório que permitia uma apresentação seca, eu diria até visceral para o padrão Beatles. Apenas os quatro – com Lennon e McCartney abusando das vozes rasgadas – e a luxuosa participação de Billy Preston nos teclados. Durante a execução das músicas é possível notar que os quatro estão felizes, aproveitando o momento e se divertindo muito. Algo incrível para a época, pois já estavam em rota de colisão há algum tempo.

Até que a polícia chegasse e conseguisse encerrar o show que parou o centro de Londres no dia 30 de janeiro de 1969, foram nove canções em 42 minutos. No vídeo abaixo, dividido em três partes, infelizmente apenas seis músicas. Divirtam-se.

Anúncios

2 comentários em “Nossos ídolos ainda são os mesmos

  1. O bacana é poder observar que são ídolos eternos.Eu nem pensava em nascer e eles já tinham encerrado a banda. Hoje, meu filho de apenas 7 anos, é Beatlemaníaco e neste momento eu estava vagando pela internet procurando material para decoração da festa temática de seus 8 anos. Adivinhem qual o tema?
    bjs

    Curtir

  2. O mais impressionante é a reação das pessoas que tiveram o privilégio de testemunhar este fato, para muitos, considerado histórico. Vendo as cenas me ‘transportei’ para Londres de 69….. e chego a seguinte conclusão:……….. realmente o sonho acabou!

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s