Verbetes e Expressões (6)

Vendetta

Sequência de ações e contra-ações motivadas por vingança que são levadas a cabo ao longo de um extenso período de tempo por grupos que buscam justiça.

•••

Briatore e Symonds estão fora da Fórmula 1, o que parece mostrar que os Piquet alcançaram seus objetivos. O tal julgamento da semana que vem servirá apenas para definir se os dois serão banidos do esporte ou não, quem sabe voltam um dia. Outro detalhe é que a demissão dos dois funciona como uma confissão de culpa, o que – de certa forma – invalidaria todos os processos abertos contra o tricampeão e seu filho. Mas e aí?

Daí que resolvi, em vez de escrever mais do mesmo, postar abaixo o último post do Blog do Capelli, que escreve e conhece como poucos sobre F1.

Na roda viva da destruição de reputações da Fórmula 1, mais dois nomes entraram hoje para o rol dos defenestrados: Flavio Briatore e Pat Symonds. Acusados por Nelsinho Piquet de arquitetarem um plano maquiavélico de forçar um Safety Car no GP de Cingapura do ano passado, foram hoje demitidos pela Renault. O que parece um ato de vingança foi consumado. Mas fica a pergunta: vingança de quem?

Que os Piquet – pai e filho – queriam muito ver Briatore pelas costas, não há dúvidas. Mas, por mais que a informação que tinham em mãos fossem bombásticas, o chefão da Renault não seria derrubado se não houvesse o interesse em sua queda por parte de outros chefões.

Afinal, o escândalo de Cingapura não pode ser encarado como uma grande surpresa. Jocosamente, a suspeita já corria pelo paddock há muito tempo. Soava como folclore, não havia provas concretas, mas de fato todo mundo sabia o que tinha acontecido. Como revelou Reginaldo Leme, Felipe Massa procurou Briatore naquele próprio final de semana para, com dedo em riste, acusá-lo: “isso não se faz”. Se ninguém correu atrás de provas na época, foi porque ainda não havia o interesse em derrubar Briatore.

E se agora Nelsinho delatou e apresentou provas, foi porque tal interesse houve. O piloto brasileiro certamente não agiu sozinho, uma delação desse porte apenas por uma demissão e uma briga com seu empresário não faz o menor sentido.

Se Nelsinho foi ingênuo ou não, se se queimou ou não, teremos noção nos próximos meses. Se conseguir salvar sua carreira na Fórmula 1 e assinar com outra equipe, poderemos concluir que teve sucesso em sua vingança. Mas se realmente perdeu reputação, será possível entender que foi usado para a vingança de alguém maior.

O nome desse alguém? Difícil afirmar categoricamente, mas é inegável a sensação de que tudo isso está relacionado à divulgação de um certo vídeo erótico por parte de um tablóide britânico. É bom lembrar que Ron Dennis, desafeto do presidente da FIA, foi impelido a se afastar da Fórmula 1. Coincidência ou não, o mesmo acontece agora com Flavio Briatore.

Max Mosley não dá ponto sem nó. Ele vai embora, mas vai levar os inimigos consigo.

Capelli é jornalista e, além do blog, colabora com o site Grande Prêmio, escreve no site GP Total e co-produz e co-apresenta o podcast Rádio GP.

Anúncios

Um comentário em “Verbetes e Expressões (6)

  1. É isso. Max Mosley, o nazi-pornô, faz todo o sentido.

    E Bernie, o dono do circo, parece um tanto quieto. Sobrou para ele lidar com o espólio do espetáculo que comprou por cem anos (alguns dirão que foi uma jogada de mestre), mas que fica cada vez menos parecido com alguma coisa séria.

    Justo nessas duas últimas temporadas, que estavam com alguma emoção e disputa. Micão.

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s